• Black LinkedIn Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black Google+ Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Instagram Icon

Qual repelente escolher para o meu filho?

 

Nessa época do ano, aumentam muito os pernilongos, borrachudos e os temidos Aedes aegypti, transmissores da dengue, chikungunya e zika. O uso de repelentes é muito importante para proteger os nossos filhotes não só das picadas indesejadas, bem como da transmissão dessas doenças. Mas qual repelente seria indicado?

 

Dá muita dúvida, não é mesmo? Com tantos no mercado, ficamos perdidos em qual comprar e como usar. Primeiramente, crianças só podem usar repelentes a partir dos 6 meses de idade. Porém, dependendo da idade, há algumas substâncias não estão liberadas para uso na pele dos pequenos. O número de vezes que podemos aplicar de forma segura também varia. A pele dos bebês é mais fina e mais permeável, o que aumenta o risco de intoxicação e de alergias. Quando vão ficando mais velhos, a pele fica mais grossa e podemos passar mais vezes com segurança. O máximo de vezes que podemos aplicar um repelente na criança é de 3 vezes ao dia. E isso, só depois dos 7 anos de idade!

 

Os repelentes liberados para crianças de 6 meses a 2 anos são aqueles que contêm a substância IR3535. Apesar do IR3535 dar uma proteção de 4 horas, nessa idade só pode aplicar 1 vez por dia.  

 

Nas crianças de 2 a 7 anos, os repelentes podem ser aplicados até 2 vezes ao dia. Nessa faixa etária, além do IR3535, também estão liberados os repelentes que contêm o DEET infantil na concentração de 6 a 9% e a Icaridina na de 20 a 25%. Essa última protege por 10 horas e fornece uma maior proteção contra o Aedes aegypti, quando comparado ao DEET.

 

Importante lembrar que o repelente não pode ser aplicado por baixo das roupas. Use-o somente nas áreas expostas. Nada de aplicar o produto nas mãos dos pequenos também, pois eles podem levá-lo à boca. Na hora de dormir, à noite, não aplique o repelente. Use outros métodos nesse período, como os mosquiteiros. Até porque, o Aedes pica mais nas primeiras horas da manhã e no final da tarde. À noite, seriam picadas dos pernilongos comuns mesmo. Menos risco para a saúde, mas não menos irritantes...

Please reload

Posts Recentes

May 14, 2018

November 21, 2017

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags